terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Inteligência artificial vai dominar o mundo em 2015 – ao menos, no cinema

Filmes como ‘Vingadores: Era de Ultron’, ‘O Exterminador do Futuro: Gênesis’ e ‘Ex Machina’ trarão robôs sedutores, vingativos e cruéis

Veja


Cena do filme 'Ex Machina', thriller de ficção-científica, que estreia em janeiro de 2015 nos cinemas brasileiros


No início de dezembro, o físico britânico Stephen Hawking disse acreditar que o fim da humanidade poderá ser causado pelo rápido avanço da inteligência artificial. Em uma entrevista à rede britânica BBC, o cientista disse que essa tecnologia pode evoluir rapidamente e superar o homem. Verdade ou não, o tema é fonte farta de inspiração para os cineastas. Em 2015, filmes como Chappie, Vingadores: Era de Ultron, O Exterminador do Futuro: Gênesis e Ex Machina vão explorar as possíveis consequências do dia em que robôs poderão agir por conta própria. As informações são do site da revista americana Entertainment Weekly.

Chappie, que estreia em 16 de abril no Brasil, traz um robô que deveria servir as forças policiais de Johanesburgo, na África do Sul. Entretanto, ao ser reiniciado em uma experiência de Dean (Dev Patel de Quem Quer Ser um Milionário?), um jovem cientista, Chappie começa a ter sentimentos, pensamentos e impulsos humanos. “Ele é um robô que é mais humano do que muitos seres humanos", disse o cineasta e roteirista do longa, Neill Blomkamp (Distrito 9). Dentre as próximas estreias de ficção científica, Chappie é quase um estranho no ninho — os demais filmes trazem robôs maléficos.

Joss Whedon, diretor e roteirista de Vingadores: Era de Ultron, que deve estrear em 30 de abril no Brasil, acredita que a presença da inteligência artificial no cinema pode ser comparada com o que a escritora britânica Mary Shelley fez no romance Frankenstein, sobre um monstro criado pela ciência, em 1818. O longa vai contar com um vilão robótico indestrutível, com inteligência ilimitada. "Nós criamos algo baseado em nossa própria imagem e que gira em torno de nós”, disse. "Eu não lembro de ter visto um filme onde o robô é o ser mais emocionalmente instável do elenco. Ele tem o conhecimento de 3.000 anos de história e é um adolescente mal humorado. Tudo ao mesmo tempo ", disse Whedon.

O Exterminador do Futuro: Gênesis, que estreia em 2 de julho de 2015 no Brasil, traz um exército de humanoides que deseja exterminar os humanos da face da Terra. O futuro retratado no longa pode não estar distante, como aponta o cientista Hawking, e foi pensando nisso que o produtor David Ellison fez o filme. "A linha divisória entre o homem e a máquina nunca esteve tão perto de acabar", disse ele.

Nenhum dos dois, porém, apresenta uma máquina tão sexy como a idealizada em 
Ex Machina, filme que estreia em 23 de janeiro de 2015 no Brasil. O thriller de ficção-científica mostra Ava, uma robô artificialmente inteligente, criada por Nathan (Oscar Isaac), que seduz e confunde Caleb (Domhnall Gleeson), um jovem programador chamado para testar a misteriosa máquina. "O filme está dizendo: 'Isso é um robô de aparência feminina. Uma máquina muito bonita. Mas ainda assim é uma máquina. E, em seguida, o longa coloca o espectador no lugar do personagem Caleb, que está cada vez mais cego em relação à Ava", disse Alex Garland, roteirista de Extermínio (2002), e que estreia agora como diretor, em 
Ex Machina. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário