sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

The Independent interrompe versão impressa e será somente digital

Vendas da publicação caíram nos últimos anos | Correio do Povo

Jornal impresso irá circular até março deste ano | Foto: ADRIAN DENNIS / AFP / CP

O jornal britânico The Independent, cujas vendas caíram nos últimos anos, interrompe sua edição em papel e passará a ser 100% digital a partir do dia 24 março, anunciou seu proprietário nesta sexta-feira. "A indústria de jornais está mudando e essa mudança é conduzida pelos leitores. Eles nos mostram que o futuro é digital", afirmou Evgeny Lebedev, dono do jornal, em um comunicado.

Com cerca de 60 mil vendas por dia, The Independent, nascido em 1986, é o jornal nacional atualmente menos distribuído no Reino Unido, atrás dos tabloides como Sun ou Daily Mail e títulos como The Times, The Guardian ou Daily Telegraph. "A decisão permite salvar a marca The Independent e permite-nos continuar a investir em conteúdos editoriais de alta qualidade que atrai mais e mais leitores nas nossas plataformas on-line", acrescentou Lebedev, à frente do grupo de mídia Engenharia, Soluções e Inovação (ESI) que também é proprietário do jornal gratuito The Evening Standard.

O grupo também confirmou a venda, sujeita a aprovação dos acionistas, do jornal "i", versão mais leve do jornal, ao grupo Johnston Press, que também deverá absorver "um número significativo de funcionários" do The Independent. A venda deverá gerar cerca de 25 milhões de libras (o equivalente a 32 milhões de euros), segundo a imprensa britânica. "Haverá algumas demissões da equipe editorial", acrescentou ESI Media.

2 comentários:

  1. Estou gostando muito do blog. Estava pesquisando um livro sobre filtros virtuais e caí aqui. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael, obrigado pelo comentário. Apareça sempre!

      Excluir